Siga nas redes sociais Facebook Instagram YouTube Linkedin
Dante Escuta
Moodle Colégio Dante Alighieri
Home / Destaque / Notícias / Notícias da Home / Notícias em Destaque

Pioneiras: alunas do Cientista Aprendiz participam de congresso acadêmico voltado ao ensino superior

Imprimir Compartilhar Compartilhe no Facebook Compartilhe no Twitter Compartilhe no Google Plus
Em 10 de fevereiro de 2021

As alunas Letícia Guimarães Gomes e Lara Johnsen Stefani, ambas da 2ª série do Ensino Médio, apresentaram suas pesquisas do Cientista Aprendiz no XX Congresso da Sociedade Brasileira de Biologia Celular, realizado entre os dias 22 e 29 de janeiro de 2021, em formato on-line.

Com transmissão de São Paulo, a programação incluiu abordagens multidisciplinares da biologia celular, além dos desafios da educação no cenário de pandemia. Uma exposição das inciativas propostas pelo Congresso da Sociedade Brasileira de Biologia Celular pode ser conferida aqui.

As jovens dantianas, a convite de Patrícia Gama – pesquisadora do Departamento de Biologia Celular e do Desenvolvimento da USP, e co-orientadora de Letícia em sua pesquisa do Cientista Aprendiz –, puderam vivenciar uma experiência acadêmica de elevado nível – sendo as únicas estudantes de Ensino Médio presentes no evento, que é voltado a graduandos e pós-graduandos da área.

“No congresso tive contato com diversos cientistas maravilhosos, tanto brasileiros quanto de fora. Conheci estudos que nunca imaginei que poderiam existir. Foi uma oportunidade para perceber minhas preferências dentro da imensa diversidade que existe no ramo da biologia celular”, comenta Letícia.

Lara também se sentiu favorecida pela participação. “Se fosse para definir a minha experiência em relação ao congresso em uma palavra, eu diria ‘privilégio’. Foi muito enriquecedor poder conhecer projetos, conversar um pouco sobre as pesquisas deles, interagir, tirar dúvidas, e até, inclusive, falar um pouco sobre as nossas pesquisas. Para mim, enquanto aluna do Ensino Médio, foi algo surreal.”

As pesquisas das meninas são:

“Esse tipo de oportunidade nos encoraja a continuar com as nossas pesquisas e valorizar a ciência mais do que nunca”, afirma Lara. Já Letícia destaca a importância do congresso como fator de inspiração em meio às dificuldades na promoção da pesquisa nacional. “É um momento muito difícil para pesquisadores de universidade públicas no Brasil, vivemos um período de sucateamento do ensino, com cortes de financiamento e de bolsas na educação. Esse congresso me fez, além de avançar no caminho de ser a pesquisadora que eu desejo ser, colocar meus pensamentos em perspectiva e caminhar mais inspirada”, completa Letícia.

Letícia também ressaltou o impacto, sobre ela, de dois painéis apresentados no último dia do Congresso da Sociedade Brasileira de Biologia Celular. “Teve uma conferência sobre diplomacia científica que abriu minha cabeça para trabalhar com o fim de tornar a ciência acessível a todos. E uma aula magna emocionante com o professor doutor Wilson Savino, imunologista brasileiro e ex-presidente da Sociedade Brasileira de Infectologia, na qual ele contou a história da carreira dele e falou sobre como pesquisadores, educadores e pessoas que incentivam a ciência têm o poder de influenciar o caminho da humanidade. Terminei de ouvir chorando e não só eu, muita gente. É importante perceber que a ciência é mais do que apenas descobertas e conhecimento puro, que ela por si só não significa nada, mas é o seu uso que movimenta o mundo”, termina.

Categorias: Destaque, Notícias, Notícias da Home, Notícias em Destaque
error: Conteúdo protegido!!