Português Italiano Inglês Español
Siga nas redes sociais Facebook Instagram YouTube
Home / Destaque / Ensino Médio / Institucional / Notícias

Dantianos são aprovados em universidades estrangeiras

Imprimir Compartilhar Compartilhe no Facebook Compartilhe no Twitter Compartilhe no Google Plus
Em 6 de junho de 2018

Doze ex-alunos do Colégio Dante Alighieri foram recentemente aprovados em faculdades estrangeiras. Entre as 26 universidades que aceitaram nossos estudantes, há instituições renomadas como a tradicional Universidade de Coimbra, em Portugal, uma das mais antigas do mundo; e universidades americanas membras da prestigiosa Ivy League, como Columbia e Berkeley.

Muitos dos aprovados cursaram o programa de High School oferecido pelo Dante, que conta com professores estrangeiros e é uma parceria com a Universidade do Missouri. No período vespertino, a High School traz disciplinas oficiais do currículo americano complementando a formação do aluno, como oratória, debate, economia, planejamento de carreira e preparação para a universidade. “O vestibular brasileiro é baseado em provas e notas, e a admissão na faculdade depende disso. Mas, no processo de aplicação para os Estados Unidos, todos os aspectos do seu Ensino Médio são considerados”, conta Maria Fernanda Figueiredo Vitule, que foi aprovada na Brown. “A High School me ajudou muito a melhorar o inglês e foi o que despertou em mim o interesse de cursar uma faculdade no exterior. Além dos professores, a Rossella [coordenadora da Dante Middle e High School] se disponibilizou para conversar com meus pais sobre estudar fora e me ajudou com a minha application”, comenta ela.

 

Muito além das notas

Para Luiz Felipe Nahas Giacomini, que foi aceito em oito universidades nos Estados Unidos e vai estudar ciências biomédicas e medicina na University of South Florida, as atividades extracurriculares e o trabalho voluntário fizeram toda a diferença. “As universidades americanas valorizam muito o seu envolvimento em atividades extracurriculares. Nesse ponto, sou extremamente grato ao Colégio Dante Alighieri, pois a escola ofereceu muitas dessas atividades”, afirma ele. O estudante fez aula de judô, guitarra e robótica e participou do Cientista Aprendiz, programa de pré-iniciação em pesquisa científica. Luiz Felipe também participou do GEETec (Grupo de Estudos Experimentais em Tecnologia), do torneio de robótica FLL (First LEGO League) e da feira Genius Olympiad de 2017. “Tudo isso contribuiu para a formação de quem eu sou hoje e para a maneira como penso no mundo. Para os avaliadores das redações (as essays), isso se torna um diferencial no critério de quem será aceito ou não. Foi assim que eu me preparei, sempre com a ajuda do Dante e recentemente com a empresa Daquiprafora para fazer as applications”, conta ele.

“Eu sempre quis fazer faculdade fora e sempre fui um ótimo aluno, mas tive de enfrentar um câncer durante o Ensino Médio e isso me atrapalhou muito. Mesmo assim não desisti, entrei no cursinho e passei em faculdades boas aqui no Brasil. Depois de um tempo, os médicos me liberaram para fazer intercâmbio e consegui passar em uma das melhores faculdades do Canadá. A University of British Columbia é uma das melhores do mundo na área de economia e estou superfeliz”, conta Felipe Morelli Guazzelli, formado no Dante em 2015. Assim como Luiz Felipe, ele contou com a ajuda da empresa Daquiprafora para se preparar e também conseguiu usar suas notas do Enem na admissão.

 

Um mundo de possibilidades

Não é só na América do Norte que os alunos têm a possibilidade de cursar a graduação. Alguns dos nossos formandos focaram em universidades europeias. É o caso de Marco Fabio Tommasini Coelho, que irá cursar engenharia elétrica em Turim, na Itália. As aulas de italiano oferecidas pelo Dante desde a Educação Infantil até o final do Ensino Fundamental e o fato de ter família italiana contribuíram para a decisão. “Passei em engenharia civil na UFSCAR e estou cursando o primeiro semestre, mas sempre pensei em sair do Brasil, e, além de ser uma das melhores universidades da Itália, o instituto Politecnico Di Torino tem muito investimento em pesquisa, bem diferente da situação que temos aqui hoje”, afirma ele.

 

Confira a seguir os dantianos aprovados em universidades estrangeiras:

 

Ana Catharina Oliveira

– Columbia University (EUA)

– Berkeley College (EUA)

– University of California, Los Angeles – UCLA (EUA)

– Tufts University (EUA)

– Wellesley College (EUA)

Irá cursar história da arte na Columbia, em Nova York

 

Anna Sofia Gil Pegurier

– School of Visual Arts (EUA)

– Savannah College of Art & Design (EUA)

– University of British Columbia (Canadá)

– University of Texas – Austin (EUA)

Irá cursar cinema na School of Visual Arts, em Nova York

 

Daniel Thulha Hochstetler

– Ohio State University (EUA – ciências da computação)

– Purdue University – Indiana (EUA – ciências da computação)

 

Enrico Torriero Neto

– Hult International Business School (EUA – economia)

– Pratt Institute (EUA – economia)

– Università commerciale Luigi Bocconi (Itália – economia)

 

Felipe Covre Albanese

– Humber College (Canadá – engenharia)

– Politecnico Di Torino (Itália – engenharia)

– Centennial College (Canadá – engenharia)

 

Felipe Morelli Guazzelli

– University of Colorado – Boulder (EUA)

– University of British Columbia (Canadá)

– University of Calgary (Canadá)

Irá cursar economia na University of British Columbia, em Vancouver

 

Leonardo Vicente Fernandes

– Politecnico Di Torino (Itália – engenharia de produção)

 

Luiz Felipe Nahas Giacomini

– University of South Florida (EUA)

– California State University – Northridge – Los Angeles (EUA)

– California State University – Fresno (EUA)

– California State University – Chico (EUA)

– Kent State University (EUA)

– Flagler College (EUA)

– Louisiana Tech University (EUA)

– Utah State University (EUA)

– Bowling Green State University (EUA)

Irá cursar ciências biomédicas e, depois, medicina na University of South Florida, em Tampa

 

Marco Fabio Tommasini Coelho

– Politecnico Di Torino (Itália – engenharia elétrica)

 

Maria Fernanda Figueiredo Vitule

– Brown University (EUA – escrita criativa)

 

Matheus Pellizzon

– Politecnico Di Torino (Itália – engenharia)

 

Pietro Caiado

– Instituto Politécnico de Coimbra (Portugal – gestão de empresas)

Categorias: Destaque, Ensino Médio, Institucional, Notícias