Siga nas redes sociais Facebook Instagram YouTube Linkedin
Dante Escuta
Moodle Colégio Dante Alighieri
Home / Destaque / Ensino Médio / Notícias

Alunos visitam centro de radioterapia da Beneficência Portuguesa

Imprimir Compartilhar Compartilhe no Facebook Compartilhe no Twitter Compartilhe no Google Plus
Em 26 de novembro de 2019
A turma com o físico médico da BP

No dia 22 de outubro, os alunos da disciplina eletiva “Física das Radiações” visitaram o Centro de Diagnóstico e Radioterapia da Beneficência Portuguesa (BP), um dos maiores e mais avançados complexos hospitalares privados da América Latina. Eles foram recebidos pelo físico médico Fábio Saleme, que foi muito atencioso e gentil com o grupo e fez questão de mostrar como todas as máquinas funcionavam e como são feitos os testes antes da aplicação para evitar complicações.

alunos observam equipamento de radioterapia

“É preciso saber exatamente onde está o tumor, com muita precisão, porque se a radiação atingir outros tecidos pode causar lesões ou até mesmo provocar novos focos de câncer. Para isso, é feita uma série de cálculos e testes e mapeia-se todo o corpo do paciente”, explica a professora de física Cristiane Tavolaro, responsável pela eletiva, que também acompanhou os alunos na visita. “Na aplicação, que dura menos de cinco minutos e é indolor e invisível, a radiação tem o poder de ‘fritar’ o tumor, destruindo as células cancerígenas com uma temperatura altíssima em um curto intervalo de tempo, sem causar os efeitos colaterais da quimioterapia”, esclarece ela.

setor de radioterapia

Os alunos também ficaram curiosos com a profissão de físico médico, altamente qualificada e especializada. “É uma posição de muita responsabilidade, que trabalha sempre lado a lado com o médico oncologista”, conta Cristiane. Após a faculdade de física, o cientista precisa se especializar com mais um curso (em São Paulo, a própria BP e o Hospital Oswaldo Cruz oferecem a formação em radioterapia), além de fazer residência médica hospitalar por alguns anos antes de começar a trabalhar.

“Temos alunos interessados em fazer medicina no grupo e eles ficaram impressionados com mais essa possibilidade de carreira. Eles gostaram muito da visita, puderam fazer várias perguntas e tiveram um comportamento exemplar”, elogia a professora.

Categorias: Destaque, Ensino Médio, Notícias
error: Conteúdo protegido!!