Português Italiano Inglês Español
Siga nas redes sociais Facebook Instagram YouTube Linkedin
Home / Ensino Fundamental II

Rumo ao espaço: NASA escolhe projeto que vai à ISS

Imprimir Compartilhar Compartilhe no Facebook Compartilhe no Twitter Compartilhe no Google Plus
Em 14 de dezembro de 2017

Após superar duas etapas iniciais de seleção e outros 71 projetos, o experimento “Cimento Espacial”, concebido por alunos do 7º ano do Colégio Dante Alighieri, foi anunciado em 14 de dezembro como o escolhido por integrantes da Agência Espacial Americana (NASA) para ir à Estação Espacial Internacional (ISS) em 2018.

O projeto é resultado de uma parceria da Missão Garatéa, coordenada pelo engenheiro espacial Lucas Fonseca, com o Dante e instituições parceiras convidadas. A parceria Garatéa-Dante estendeu o convite a alunos da rede pública, que, com os alunos do Dante, vêm se reunindo pelo menos uma vez por semana para suas atividades, utilizando a infraestrutura do Colégio. Lucas Fonseca agora se sente agradecido pela conquista dos jovens. “Ver tudo o que conseguimos proporcionar aos alunos é gratificante. Vejo um pouco de mim em cada um deles que tiveram uma oportunidade muito rica de experimentação e de descobertas. Vejo que estamos em um momento crucial da ciência no Brasil, e despertar o interesse das crianças pela ciência é um processo importantíssimo para garantirmos a continuidade de todo um trabalho exercido no país”, conta.

Além dos alunos do Colégio, o grupo que realizou o projeto, que visa investigar como a microgravidade afeta o processo de solidificação de cimento misturado com plástico reciclado, foi composto também por um integrante do Projeto Âncora e um aluno da Escola Municipal Perimetral. A hipótese considerada pelos jovens é de que, juntos, o cimento e o plástico verde se comportarão no espaço de forma semelhante ao que acontece na Terra. A pesquisa contribui com a reflexão sobre a possível ocupação de outros planetas do sistema solar, como Marte, algo que se torna uma realidade cada vez mais próxima.

Para a coordenadora-geral pedagógica do Dante, professora Sandra Tonidandel, o convívio entre alunos do Colégio e de outras instituições se mostrou muito frutífero. “Tudo foi uma rica oportunidade para estimularmos o pensamento científico, a criatividade e as atitudes de colaboração e de preocupação com a valorização da ciência e da tecnologia. Trazer o pessoal da EMEF Perimetral e do Projeto Âncora foi importante não só para o Dante, que tem no protagonismo de alunos e na colaboração uma agenda prioritária, mas para nossos alunos, que puderam trocar e conviver com pessoas de outras escolas e referências, e para os alunos convidados, que também puderam ganhar com a experiência.”

Categorias: Ensino Fundamental II