Português Italiano Inglês Español
Siga nas redes sociais Facebook Instagram YouTube Linkedin
Home / Destaque / Ensino Médio / Notícias

Despedida dos formandos emociona o Dante

Imprimir Compartilhar Compartilhe no Facebook Compartilhe no Twitter Compartilhe no Google Plus
Em 6 de dezembro de 2018

Os formandos da turma de 2018 tiveram uma grande festa de confraternização no dia 27 de novembro, simbolizando sua despedida do Colégio e o término das aulas. A comemoração contou com jogos reunindo alunos e professores, com partidas de futebol, vôlei, basquete, corrente e outros esportes; um café da manhã especial, exibição de vídeo com a retrospectiva da turma e encerramento no pátio, com o hino do Colégio e uma revoada de balões. Em 2018, os alunos também puderam curtir um show durante o evento, com uma banda formada por colegas. O grupo, que se chama 4L1K, tem na formação os alunos Lucas Martins (guitarra), Luisa Klink (bateria) e Luke Moliterno (baixo), que são formandos; além de Carolina Previdi (vocais), da 2ª série; e Luca Perotti (guitarra), da 1ª série. Eles arrasaram tocando sucessos do rock e do pop e animaram a festa no ginásio Túlio Nelson Canali.

Todos os alunos vestiram branco, simbolizando paz e o clima de despedida de final de ano e de uma nova etapa que vem trazendo tantas mudanças para eles. “Acho muito importante que eles tenham esse ritual, pois isso ajuda a dar significado e sentido para tudo o que você faz. A festa de confraternização permite que eles participem desse encerramento e saibam que a escola é a casa deles, que podem voltar sempre que quiserem”, afirma a professora Maria Uranie Khzouz Sanchez, assistente da diretoria-geral pedagógica para o Ensino Médio.

“É um momento muito especial, de culminância, que tem todo um simbolismo para eles e que é muito aguardado. O pátio, o sino, a escadaria e o hino do Colégio são símbolos muito fortes do Dante, e o evento, além de representar o encerramento de um ciclo, é também uma celebração descontraída, uma ‘festa em casa’, que não tem aquela solenidade da formatura. Os alunos se sentem acolhidos, se divertem muito, se misturam, interagem com colegas de outras salas e podem extravasar toda essa emoção juntos”, explica a orientadora educacional Claudia Meletti. “Desde 2017 fazemos também a cápsula do tempo, que é aberta 10 anos depois. A ideia é que eles voltem juntos para visitar o Colégio e possam abrir essa caixa e ver as cartas que escreveram para si mesmos quando ainda eram adolescentes, com seus sonhos, lições e expectativas e tudo o que representou seu tempo na escola”, conta ela.

Categorias: Destaque, Ensino Médio, Notícias