Português Italiano Inglês Español
Siga nas redes sociais Facebook Instagram YouTube
Home / Destaque / Notícias / Notícias do Rodapé / Notícias em Destaque

Dante na São Silvestre

Imprimir Compartilhar Compartilhe no Facebook Compartilhe no Twitter Compartilhe no Google Plus
Em 24 de janeiro de 2018

A edição de 2017 da tradicional corrida de São Silvestre contou com participações especiais. Dois funcionários do Colégio já são veteranos na corrida. São eles Gonçalo e Antonio Ferreira. Desta vez, quem participou também foi o dr. José Luiz Farina, presidente do Dante.

De acordo com o dr. Farina, a participação na São Silvestre foi um sonho realizado: “Pude realizar o sonho de correr a São Silvestre. Apesar da dificuldade na Brigadeiro Luís Antônio – nos últimos 2 quilômetros –, concluí a prova em 2 horas e 51 minutos”.  O presidente do Colégio contou como foi possível ter energia para tal desempenho. “Tudo é possível quando queremos. Tenho 68 anos. Não havia feito um preparo específico, mas procurei tomar alguns cuidados essenciais: primeiramente, verifiquei minha condição física do ponto de vista médico. Além disso, tenho frequentado a academia do Colégio há um ano e faço caminhada todos os dias. Nunca fumei e não aprecio bebidas alcoólicas. Emagreci 12 quilos. Porém o ponto mais importante foi ter foco.”

Acompanhado de Gonçalo e Antonio, que já participaram de outras edições da São Silvestre, o dr. Farina não deixa de agradecer os colegas pela companhia e pelo apoio. “Devo muito ao Gonçalo e ao Antonio, a quem agradeço extremamente por terem me acompanhado durante todo o trajeto.”

Antonio conta que, assim como dr. Farina, frequenta a academia do Dante. Aos 50 anos, conta que começou a treinar aos 47. “Fui incentivado a começar a treinar graças à academia do Colégio. Os professores ajudam muito no fortalecimento e para ganhar resistência, além de passar exercícios próprios para corredor.” Para ele, o preparo físico deve ser constante. “Treino todos os dias. Vou à academia do Colégio três vezes por semana. Nos outros dias, treino em casa. E aos sábados participo de um grupo de corrida no Sesc. Se eu parar de me exercitar por seis meses, perco tudo o que conquistei nesses últimos três anos.” Antonio conta que já participou de diversas corridas, inclusive da Maratona de São Paulo de 2017. Na São Silvestre de anos anteriores e em seus treinos, chegou ao tempo de aproximadamente 1 hora e 20 minutos para um percurso de 15 quilômetros. Nesta edição de 2017, no entanto, fez o trajeto na companhia do dr. Farina e de Gonçalo, com o tempo já mencionado de 2 horas e 51 minutos.

Já Gonçalo costuma fazer o tempo de 57 minutos para os 15 quilômetros da São Silvestre. Ele corre profissionalmente há muitos anos e participou da prova pela primeira vez em 1988. De lá para cá, não deixou de participar de nenhuma edição da corrida. Gonçalo conta que começou a correr aos 14 anos. “Sou fanático por esporte. Entrei no Exército e logo no TAP [teste de aptidão física] já me destaquei. Comecei a competir pelo Exército. Viajei o Brasil todo correndo.” Ele já participou de diversas provas, como a Maratona e a Meia Maratona de São Paulo. Sobre a preparação para essas corridas, Gonçalo conta com o apoio de nutricionista para saber sobre a alimentação apropriada antes e após as provas, mantém hábitos saudáveis, como não beber nem fumar, e treina todos os dias, exceto às segundas. Isso porque, aos domingos, faz treino em que corre de 25 a 30 quilômetros. Além disso, Gonçalo tem como hobbies, além de correr, tocar violão e escrever – especialmente literatura de cordel. E conta que vai continuar correndo.

Assim como Gonçalo e Antonio, dr. Farina pretende participar da São Silvestre outras vezes e deixa seu recado aos jovens. “O importante do esporte é buscar seu objetivo maior. Fazer uma boa competição, dar o máximo de si, respeitar seus limites físicos e psicológicos e, acima de tudo, focar no seu objetivo.”

Categorias: Destaque, Notícias, Notícias do Rodapé, Notícias em Destaque