Português Italiano Inglês Español
Siga nas redes sociais Facebook Instagram YouTube Linkedin
Home / Conheça o Colégio / Mais de 100 anos de história

Símbolos do Colégio

Imprimir Compartilhar Compartilhe no Facebook Compartilhe no Twitter Compartilhe no Google Plus

Com mais de um século de história, o Dante mantém em seus símbolos a tradição e os princípios que nortearam o Colégio desde sua fundação. O sentimento geral é o de que a formação integral do ser humano está na raiz de cidadãos éticos e conscientes, dedicados ao uso da razão e preparados para a vida social e profissional. Outras referências ainda ilustram o gosto pelo convívio social, o respeito ao próximo e o cumprimento das próprias obrigações.

Hino

Versos: Aplecina do Carmo
Música: Maestro Salvador Callia

I

Companheiros, marcha a porfia,
O Colégio de nós tudo espera,
Que o estudo nos dê a ousadia
Pra ciência marcar nova era,
Juventude, a batalha é sem trégua
Bandeirantes da ciência, o valor,
Ninguém teme o fragor da refrega
Quando o estudo é apanágio de amor.

II

Com fervor estudemos a história
Desta terra que é luz e bravura;
Dos seus feitos guardemos a glória
Do auriverde pendão que fulgura.
Estudar é vencer; procuremos
Erguer alto esta fase querida,
Nossos mestres, pois neles tivemos
Um luzeiro a guiar-nos na vida.

Estribilho

Do Dante Alighieri sairão
Os mais valorosos pioneiros,
Que pela taba espalharão
Como galhardos vanguardeiros
Todo o saber de Sul a Norte,
E a Pátria neles sentirá
Todo o valor da gente forte,
Que pela gleba marchará.

Escudo

O escudo do Colégio Dante Alighieri é de formato inglês (moderno), com o uso de três cores: ouro (para dois quartéis e a faixa), prata (para as peças honoríficas) e azul (para os outros dois quartéis e as letras da legenda).

Simbologia das cores:

Ouro: em heráldica, é o metal simbólico da nobreza, do esplendor, da riqueza, da glória, do poder, da força, da soberania, da prosperidade e da fé.

Prata: simboliza a verdade, a pureza, a castidade, a beleza, a inocência, a integridade, a limpeza, a franqueza, a amizade, a paz e a felicidade.

Azul: é a cor simbólica da justiça, da firmeza incorruptível, da dignidade, da vigilância, da virtude, do zelo, da lealdade, da fidelidade, do saber, da formosura, da perfeição e da exultação.

As cinco estrelas, dispostas em cruz, remetem à constelação do Cruzeiro do Sul, visto segundo a configuração tradicionalmente assumida.

No terceiro quartel, é reproduzida a figura da Loba do Capitólio, que, de acordo com a lenda, amamentou os dois irmãos gêmeos Rômulo e Remo, os fundadores de Roma.

Sino

Um símbolo da tradição do colégio, o sino do Dante está presente na escola desde sua fundação. Todos os dias, durante o ano letivo, é ele que comanda os horários de chegada, de descida ao pátio, da volta à classe, do início e do fim das aulas. Mais do que um objeto, sua importância está no significado e na tradição que ele possui: um comando, um regulador do dia, uma ordem, até certo ponto incontestável. Os alunos do colégio aprendem a respeitá-lo e segui-lo, e aquele som se torna parte da vida escolar do jovem dantiano.

Talvez seja por isso mesmo que o simples ato de tocar o sino tornou-se um dos ritos de passagem mais importantes na vida dos alunos terceiranistas do Dante, e, com certeza, o mais clássico. O ano segue normalmente de fevereiro a outubro, até que, em novembro, esses alunos se dão conta de que sua despedida é inevitável e que aquele é o último mês na qualidade de estudantes colegiais.

É justamente por isso que, nos últimos dias de aula, os jovens tentam tocar o sino fora dos horários padrões: estão, na verdade, se desligando do modelo antigo, da vida que criaram dentro do colégio. Uma vez terminada a fase do Ensino Médio, não haverá mais certezas e ordens incontestáveis, como as que eram dadas pelo soar do sino. Surge agora uma nova etapa, na qual nada mais é garantido e que será vivida lá fora; porém, sem mais a segurança e o conforto de um lugar tão conhecido a ponto de ser considerado como uma segunda casa.

Hino do colégio – Versão Coral

Hino do colégio – Versão Instrumental