Siga nas redes sociais Facebook Instagram YouTube Linkedin
Dante Escuta
Moodle Colégio Dante Alighieri
Home / Na Estante

Biblioteca

Na Estante nº6 – Outubro/2018

Outubro – Mês Internacional da Biblioteca Escolar

O Mês Internacional da Biblioteca Escolar (ISLM, na sigla em inglês) é uma oportunidade para os responsáveis pelas bibliotecas escolares de todo o mundo escolherem um dia, uma semana ou todo o mês de outubro para enaltecer a importância das bibliotecas e celebrar tudo o que há de bom nelas.

O tema do ISLM para 2018 é “Por que eu amo a minha biblioteca escolar”, baseado no tema “Inovação, Informação e Impacto das Bibliotecas Escolares”, por sua vez eleito pela Associação Internacional das Bibliotecas Escolares (IASL, também na sigla em inglês) para sua conferência anual. Aqui no Dante, para estimarmos o impacto pedagógico e cultural de nossa Biblioteca, organizamos uma coleta de depoimentos para que os participantes dessa iniciativa (de 3 a 20 anos) nos contem por que amam a Biblioteca da escola. Com isso, nosso desejo é que o conjunto desses depoimentos se transforme em uma espécie de canto coletivo a entoar o amor e a alegria que todos temos por nossa Biblioteca.

Equipe Biblioteca Central

Como organizar sua biblioteca

"Coloque as dores nas prateleiras mais altas para facilitar o esquecimento e dificultar o acesso."

Zack Magiezi

TECNOLOGIA – Históriassss das invenções e inovações: uma visita ao passado

A Biblioteca Central montou uma exposição sobre a tecnologia e seus avanços. Para isso, trouxe peças que, num passado não tão distante, foram – cada qual em sua época – elementos não apenas de sucesso por sua utilidade, mas também de destaque pelo design e valor decorativo. Ali estão rádio, televisão, telefone e outros itens bem interessantes de se conhecer, recordar e apreciar. Ao lado deles, pode-se ainda consultar alguns livros do acervo da Biblioteca que abordam o tema e que servem de sugestão de leitura para se aprofundar no assunto. Confira alguns desses livros na listagem abaixo. Essa exposição é, sem dúvida, uma mostra que vale muito a pena ver e rever. Esperamos sua visita!

VOCÊ É JOVEM, VELHO OU DINOSSAURO?

Autor: Ignácio de Loyola Brandão

Sinopse: Este é um “almanaque” para cuja montagem se deve guardar material ao longo de vários e vários anos. Pequenas lembranças sem maior importância, mas que definem tempos vividos. Como se passou a infância, como se viveu, em que casa, bairro, rua, quais os hábitos familiares comuns, a evolução das coisas, que palavras se usaram e que se foram, e quais as palavras novas cujo sentido ainda nos escapa. Não é nostalgia, nem um tratado – a não ser um tratado de puro divertimento prazer, curiosidade. A memória tem mecanismos próprios e age segundo sua própria vontade. Alguém se lembra de uma coisa de uma maneira, já fulano guarda dela uma lembrança diferente e beltrano tem uma terceira versão dos fatos. Pensamos que nos conhecemos, pensamos que temos certa idade. Este livro mostra que podemos ser mais jovens. Fatos que pareciam distantes estão perto. Ou mais velhos. Situações que pareciam próximas ficaram lá para trás, longe. Reveja neste livro um pouco do que viu, vivenciou, fez, sonhou, quis ter, procurou ser. E redescubra suas relações com o mundo de hoje.

COMO FAZÍAMOS SEM…

Autor: Bárbara Soalheiro

Sinopse: Hoje se abre a torneira do filtro – ou a garrafinha de água mineral – e se mata a sede. Mas, para nossos antepassados, a água costumava ser um problemão: um gole podia levar à morte. E tomar água não era o único problema. Esta obra mostra como era a vida nos tempos em que os objetos caseiros e outros itens não haviam sido inventados ainda. O livro descreve como as pessoas faziam sem água limpa, fósforos, geladeira, talheres, avião, correio, internet, telefone, televisão, elevador, móveis, vaso sanitário, ventilador, calefação, cuecas, calcinhas, ferro elétrico, máquina de costura, óculos, sabão, máquina de lavar, anestesia, banho, escova de dentes, papel higiênico, remédios, cemitério, dinheiro, divórcio, energia elétrica, escola, relógio, sobrenome, etc.

O MUNDO ACABOU!

Autor: Alberto Villas

Sinopse: O best-seller apresenta um bem-humorado inventário de hábitos, produtos, marcas e objetos. Desperte sua memória afetiva. Na qualidade de um livro de recordações, do jornalista Alberto Villas, suas páginas retratam a infância e a juventude do autor em um Brasil mais inocente e cordial. Deixando de lado uma cronologia rígida, a obra é dividida em pequenos textos, esquetes com lembranças que se prestam a uma aproximação afetiva de Villas com os personagens e histórias da época, certamente muito familiares a todos os leitores que viveram no período. Quem, no entanto, nesse mesmo período, ainda não tinha nascido ou era pequeno demais também vai se deliciar ao conhecer o cotidiano dessa classe média de outro tempo, quando os objetos de desejo eram mais simples e os maiores temores infantis vinham dos purgantes, fortificantes e – claro – do bicho-papão.

error: Conteúdo protegido!!