Siga nas redes sociais Facebook Instagram YouTube Linkedin
Dante Escuta
Home / Cultura e Lazer / Destaque / Ensino Médio / Notícias

Área de Linguagens realiza exposição com trabalhos de eletivas

Imprimir Compartilhar Compartilhe no Facebook Compartilhe no Twitter Compartilhe no Google Plus
Em 25 de junho de 2019

No dia 1º de junho a área de linguagens do Dante, composta pelos departamentos de Arte, Italiano, Língua Portuguesa e Inglês, realizou a abertura da segunda edição da exposição apresentando trabalhos recentes dos alunos em diversas formas de expressão artística desenvolvidas em 18 modalidades diferentes de arte, sendo três interdisciplinares com inglês, italiano e língua portuguesa, mais a eletiva “Cucina Regionale Italiana”. Em cartaz até o dia 6 de junho, a exposição foi composta por um corredor formado por vários estandes no pátio central, com obras em diferentes linguagens. No dia de estreia, a programação contou também com a apresentação de duas peças teatrais no auditório Miro Noschese.

A ideia da exposição era, além de expor os trabalhos dos alunos realizados nas diversas modalidades artísticas do primeiro semestre, apresentar o conteúdo das eletivas aos estudantes do 9º ano do Ensino Fundamental, para que eles possam escolher com mais propriedade a disciplina que farão no ano que vem – já que a escolha de uma modalidade de arte é obrigatória. A mostra visava também promover a integração entre as diferentes áreas de linguagens, com diversas disciplinas e o desenvolvimento de múltiplas competências, como autoestima, criatividade, livre expressão, critica e reflexão, entre outras.

Peças emocionantes

A primeira peça apresentada no auditório foi encenada pelos alunos da eletiva de teatro “Como se conta um conto…”, ministrada pela professora de artes Lucia Junqueira Caldas de Oliveira e pelo professor de língua portuguesa Carlos Henrique Peregrino Lopes de Mendonça. A eletiva é uma parceria entre os departamentos de Língua Portuguesa, coordenado por Márcia Vaz, e Arte, coordenado pela professora Maria Beatriz Perotti. “Trabalhamos vários contos e acabamos escolhendo o ‘Testamento do Cachorro’, que é um dos cordéis do Ariano Suassuna para o Auto da Compadecida. A ideia era valorizar a literatura nacional e trabalhar o gênero oral, que não é muito estudado nas escolas”, explica Lucia.

Já a segunda peça, feita pelos alunos da eletiva “Learning through theater: dramatization of the classics” (em português, “O teatro como aprendizado: dramatização dos clássicos”), foi uma reconstrução da comédia “Sonho de uma Noite de Verão”, de William Shakespeare. Os alunos atuaram com falas em inglês, surpreendendo a plateia com pronúncia e sotaque impecáveis. “Eles apresentam um excelente nível linguístico, não precisamos fazer nenhum tipo de adaptação”, afirma a professora de artes e teatro Isabela Saraiva, que ministra a aula junto ao professor de teatro Leonardo Antunes. Essa eletiva é totalmente lecionada em inglês, o que possibilita uma outra forma de interação com o idioma, além de ampliar o vocabulário. Em paralelo, os alunos também desenvolvem habilidades de comunicação e expressão, aprendem a trabalhar de forma coletiva e colaborativamente. A eletiva é uma parceria entre os departamentos de Arte e Inglês, sob a coordenação das professoras Maria Beatriz Perotti e Marília Briza Negrini. “Estudamos o período ao qual Shakespeare pertenceu e sua importância para a literatura mundial. Estudamos o teatro elisabetano e a diferença entre nosso padrão de teatro e o teatro proposto por Shakespeare em relação a espaço físico para apresentação, repertório da plateia e linguagem do texto teatral. O objetivo é ampliar o repertório artístico, cultural e de linguagens dos alunos”, diz Isabela.

Diversas formas de arte

No corredor do pátio central, abaixo da colmeia, os visitantes da exposição puderam conferir diversos trabalhos de diferentes modalidades, contemplando vários tipos de expressão artística, da cerâmica à gastronomia. “A gastronomia também é uma arte, e na Itália é uma parte valiosíssima da cultura”, explica a professora Angela Angoretto, coordenadora do Departamento de Italiano e da eletiva “Cucina Regionale Italiana”, que mistura aulas teóricas sobre as diferentes regiões da Itália a aulas práticas na cozinha, com o preparo de um prato específico da região estudada. “Não é uma simples aula de culinária. Temos uma abordagem cultural, com o estudo da geografia local e dos produtos típicos de cada região. Por fim, a eletiva estimula os alunos a produzirem, colocarem a mão na massa e degustarem juntos o que prepararam”, conta Angela. Na abertura da exposição, o professor de italiano Francesco de Santi, que ministra a eletiva, esteve presente no estande e ofereceu aos visitantes uma degustação de gianduiotti, delicioso doce de chocolate e avelã semelhante a uma trufa, feito pelos próprios alunos. A sobremesa é típica da região do Piemonte, no norte da Itália.

Nos estandes também havia obras das eletivas “Expressão tridimensional: modelagem e escultura”, “Comunicação e Design”, “Desenho de coleção de moda”, “Expressão tridimensional: modelagem em cerâmica”, “Tapeçaria: tramas e nós”, “Palavras e imagens”, “História da arte italiana: descoberta do sul”, “Linguagem arquitetônica”, “O desenho e suas técnicas expressivas”, “A gravura: técnicas de produção e relação com a arte”, “A representação de diferentes superfícies e objetos de pintura” e “(Vi)vendo as emoções na Arte”.

Categorias: Cultura e Lazer, Destaque, Ensino Médio, Notícias
error: Conteúdo protegido!!