Português Italiano Inglês Español
Siga nas redes sociais Facebook Instagram YouTube Linkedin
Home / Destaque / Ensino Fundamental / Institucional / Notícias

Alunos do ECCE Uno recriam invenções de Leonardo da Vinci

Imprimir Compartilhar Compartilhe no Facebook Compartilhe no Twitter Compartilhe no Google Plus
Em 24 de setembro de 2019
Alunos do ECCE Uno segurando suas reproduções das máquinas voadoras de Leonardo da Vinci - Projeto Leonardo da Vinci - 2019

O ano de 2019 marca um fato histórico importante – a morte de Leonardo da Vinci, um dos maiores gênios de todos os tempos, completa 500 anos. Ao estudar a vida e a obra de da Vinci, marcando a data, os alunos do ECCE Uno se encantaram com as máquinas inovadoras inventadas por ele, principalmente os objetos que, ao menos teoricamente, poderiam voar. Assim, as crianças construíram suas próprias versões das macchine volanti!

Alunos vendo o mapa da Itália - ECCE Uno - Projeto Leonardo da Vinci - 2019

“Trabalhamos o livro italiano ‘Le Macchine di Leonardo’ em sala de aula. A obra explica os projetos dele e as máquinas que construiu. Vimos também os manuscritos e desenhos do Leonardo, as construções em madeira, as pinturas. É realmente uma ideia de projeto”, explica a maestra Ana Carolina Varuzza Casilli (professora de italiano). A ideia de construir a macchina volante foi da aluna Helena Gonçalves Colaneri, do 3º ano C, que se identifica muito com os trabalhos arquitetônicos de Leonardo e quis recriar as máquinas voadoras. “Eu gosto muito de arquitetura porque desde pequena eu já construía uma casa de almofada e dormia lá dentro. Eu também fiz uma barraca para a minha irmã”, conta Helena. Todos os colegas embarcaram na atividade e criaram suas próprias versões, usando biscuit e outros materiais.

Alunos construindo as máquinas - ECCE Uno - Projeto Leonardo da Vinci - 2019

O projeto, multietário, reuniu todos os alunos do ECCE Uno, do 1º ao 5º ano do Ensino Fundamental. “Uma mesma proposta vale para todos, porque podemos trabalhar de forma global, e cada um se expressa e enxerga de uma forma. Os alunos do 5º ano já podem ler os livros em italiano, por exemplo. Vamos adaptando, mas todos trabalham o mesmo tema e compartilham conhecimento e experiências”, diz a maestra Carol.

Os alunos desenharam as máquinas idealizadas por Leonardo e também retrataram as suas próprias invenções - ECCE Uno - Projeto Leonardo da Vinci - 2019

“Nós realmente mergulhamos no universo do Leonardo, o que é bem o espírito do ECCE, e pensamos em como tudo que ele criou afeta o cotidiano das crianças hoje. Esse projeto resume bem o que é o ECCE, porque às vezes os alunos saem da aula falando ‘ah, maestra, hoje nós só brincamos’, mas na verdade eles aprenderam sobre o Leonardo da Vinci, aprenderam vocabulário em italiano, geografia, história, cultura, vários tipos de arte etc., além de trabalhar habilidades manuais, criatividade, inovação, expressão. Eles estão lá pensando sobre isso e em um momento de desenho livre sai uma produção maravilhosa, como a do Davi retratando a cidade de Firenze, que estudamos porque o Leonardo era de lá”, conta Carol. O aluno Davi Bavagnoli Monaco, do 1º K, tem apenas 6 anos de idade e fez um desenho realmente impressionante de Florença.

Desenho de Florença do aluno Davi Bavagnoli Monaco, do 1º K - ECCE Uno - Projeto Leonardo da Vinci - 2019

Participação intensa e proativa dos alunos
“Eu sempre falo para as crianças que italiano e arte andam juntos, e a Itália continua sendo vanguarda em arquitetura, engenharia, design. Muitas crianças também quiseram construir pontes, o que foi um desafio de engenharia e arquitetura. Se a ponte tombava, eles tinham que pensar por que não estava dando certo e o que podiam fazer para melhorar essa estrutura. Isso também está alinhado à nova estrutura da escola, inspirada no modelo educacional italiano de Reggio Emilia, que é isso: mesmo trabalhando de forma colaborativa em grupo, a ideia é colocar o aluno como protagonista para que tenha autonomia e possa solucionar problemas, ter ideias, resolver desafios. Às vezes os estudantes criam soluções que eu mesma não tinha pensado, e eles levaram muito a sério esses trabalhos que construíram. No ECCE, é tudo muito colaborativo e os alunos trazem muita coisa”, afirma a professora. Um exemplo disso é a aluna Maria Thereza de Oliveira Leme, do 2º E, que teve de realizar várias tentativas até que seu projeto desse certo. “Tudo que eu fazia desmontava! Para essa ponte dar certo, eu deixei para secar de ponta cabeça e mudei de material. Aí funcionou”, comemora ela.

Maria Thereza de Oliveira Leme, do 2º E, com sua ponte - ECCE Uno - Projeto Leonardo da Vinci - 2019
Categorias: Destaque, Ensino Fundamental, Institucional, Notícias