Português Italiano Inglês Español
Siga nas redes sociais Facebook Instagram YouTube
Home / Ensino Médio / Notícias / Notícias do Rodapé

Alunas do Ensino Médio se unem no Dia da Mulher

Imprimir Compartilhar Compartilhe no Facebook Compartilhe no Twitter Compartilhe no Google Plus
Em 2 de abril de 2018

O Dia Internacional da Mulher foi diferente para as alunas do Ensino Médio do Dante em 2018. Isso porque as turmas participaram de duas iniciativas que estimularam a união e o coleguismo entre as meninas – e que também incluiu os meninos pedindo por apoio e respeito.

A primeira ação foi uma proposta das meninas da 3ª série pensando nas novas colegas da 1ª série, de forma que elas se sentissem bem-vindas e acolhidas no Ensino Médio por meio de amizade e apoio. Elas escreveram cartas dividindo experiências e até mesmo passando seu contato para que as mais novas pudessem ter com quem contar e saber o que esperar dessa nova fase escolar. Já os meninos conversaram com os colegas homens sobre o Dia Internacional da Mulher para ajudar a sensibilizá-los e convidaram os amigos a dialogar com as garotas para entender que certas brincadeiras não têm graça, que é preciso tomar cuidado com seu comportamento e ter empatia.

Os alunos da 3ª série foram passando nas classes de 1ª série para entregar as cartas e conversar com os colegas mais novos. Enquanto isso, as meninas da 2ª série criaram cartazes com frases de fortalecimento e sororidade, como “Você é muito mais do que um padrão” e “Lugar de mulher é onde ela quiser – e não só nas ciências humanas”. Os cartazes foram distribuídos por todo o edifício Leonardo, e os meninos da 2ª série ajudaram colando dentro dos banheiros masculinos.

“Abraçamos as duas iniciativas porque o objetivo é fazer com que o jovem sinta que tem voz aqui. No final das contas, foi uma ação formativa que teve uma adesão linda por parte dos alunos e dos professores, mobilizando todo o Ensino Médio”, diz a orientadora educacional Claudia Meletti.

“A ideia era promover a união entre as séries, trazendo mais empatia”, conta Sabrina Luz, da 3ª F, que foi uma das idealizadoras do projeto das cartas. “Acho que ninguém esperava uma interação entre a 1ª e a 3ª série. A gente que está se formando sabe bem o que é passar por isso, como assusta entrar no Ensino Médio”, comenta Sophia Vespa, da 3ª B.

“Todos estavam superabertos para falar sobre machismo, e é muito importante que nós homens façamos nossa parte pela igualdade de gênero. Fiquei feliz por termos sido bem recebidos em todas as salas”, diz Igor Santos, da 3ª F. “A ideia não é que a mulher tenha poder sobre os homens, mas sim que tenha poder sobre ela mesma, em pé de igualdade”, complementa Claudia Meletti.

“A gente pensava que o pessoal da 3ª série não gostava da gente. Sempre existiu essa ideia de que eles são superiores, então ver que eles estão abertos e receptivos foi muito legal. Gostei muito da minha carta, até me emocionei”, afirma Flora Farah, da 1ª A.

“Foi muito bonito ver os alunos trabalhando juntos e fortalecendo a amizade entre todos, um senso de comunidade e cooperação”, afirma a professora Maria Uranie Khzouz Sanchez, assistente da diretoria-geral pedagógica.

Categorias: Ensino Médio, Notícias, Notícias do Rodapé