Português Italiano Inglês Español
Siga nas redes sociais Facebook Instagram YouTube Linkedin
Home / Destaque / Ensino Fundamental II / Ensino Médio / Notícias

Academia Paulista de Letras participa de concurso de redação do Dante

Imprimir Compartilhar Compartilhe no Facebook Compartilhe no Twitter Compartilhe no Google Plus
Em 30 de setembro de 2019

No dia 20 de setembro, alunos do 6º ano do Ensino Fundamental à 3ª série do Ensino Médio participaram de um concurso de produção textual que terá os melhores trabalhos avaliados pela Academia Paulista de Letras (APL). Após uma primeira correção feita pela equipe do Colégio, a instituição selecionará as cinco melhores redações de cada turma e entregará os prêmios na noite de celebração da Semana Literária, no dia 23 de outubro, no auditório Miro Noschese. Os alunos que conquistarem o primeiro lugar vão receber um troféu, e os que ficarem em segundos e terceiros lugares ganharão medalhas. Além disso, haverá a entrega de menções honrosas para os quartos e quintos lugares. “A ideia de convidar a APL veio da professora Sandra Tonidandel, coordenadora-geral pedagógica do Ensino Fundamental II e do Ensino Médio do Dante, com o intuito de dar mais visibilidade para o evento e também valorizar a produção dos alunos, sendo a APL uma entidade tão reconhecida e respeitada. É um momento especial, um evento importante de consagração da leitura e da escrita”, conta a professora Márcia Vaz, coordenadora do Departamento de Língua Portuguesa.

Aluno escreve redação em sala de aula

Na primeira correção, a avaliação será feita às cegas pela equipe de corretores do Dante, sem que vejam os nomes dos alunos, para garantir uma completa idoneidade do processo. Os temas só foram divulgados na hora da prova, mas os alunos tiveram a oportunidade de se preparar para o concurso estudando mais sobre o gênero no qual teriam de escrever, com aulas especiais disponíveis no apoio pedagógico. Cada faixa etária trabalhou um gênero adequado para a sua série, de acordo com o que vem sendo trabalhado em sala de aula, respeitando o currículo escolar. Sendo assim, os gêneros foram: fábula para alunos de 6º ano, relato de memória/viagem para o 7º ano, conto de ficção científica para o 8º ano, texto de opinião para alunos do 9º ano e da 1ª série do Médio, e tipologia dissertativa-argumentativa para as turmas de 2ª e 3ª série do Ensino Médio.

“Foi a primeira vez que fizemos o concurso com inscrições, porque até o ano passado os alunos faziam a redação em sala de aula, na disciplina de produção textual. A participação era voluntária e não valia nota, e os alunos mais novos, do Ruy Barbosa, tiveram de se juntar aos colegas mais velhos no Leonardo para fazer a redação, mudando de cenário e saindo de sua zona de conforto. Ainda assim, tivemos muita adesão e foi muito legal. Os estudantes gostaram dos temas e curtiram fazer”, conta Márcia. Para o 9º ano e a 1ª série, o tema foi embargo econômico, em uma parceria dos departamentos de Língua Portuguesa e Geografia. Outra parceria interdisciplinar foi feita para o tema da 2ª e 3ª série, sobre a banalização da violência, que reuniu o Departamento de Língua Portuguesa ao Departamento de História. “Essa diversidade é para conversar com o tema da Semana Literária, que é o marco de 500 anos de morte de Leonardo da Vinci, já que ele atuava em várias áreas de conhecimento diferentes”, comenta Márcia. Para o 8º ano, o tema também foi especial e inovador: “nós nos baseamos em uma série disponível na Netflix, ‘Better Than Us’, que retrata um universo futurista em que robôs são treinados para terem empatia e serem mais humanizados. Quisemos que os alunos refletissem sobre o impacto disso em nossa sociedade, além de a proposta estar bem ligada ao universo deles, já que adoram seriados”, diz a professora.

Categorias: Destaque, Ensino Fundamental II, Ensino Médio, Notícias