Português Italiano Inglês Español
Siga nas redes sociais Facebook Instagram YouTube
Home / Institucional

Alunos do Dante conhecem o Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais

Imprimir Compartilhar Compartilhe no Facebook Compartilhe no Twitter Compartilhe no Google Plus
Em 6 de julho de 2017

Alunos do programa Cientista Aprendiz visitaram, na tarde de 30 de junho, a sede do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe), situada em São José dos Campos, a 90 km de São Paulo. Os dantianos integram o Projeto de Astronáutica, realizado conjuntamente com o Instituto Mauá de Tecnologia (IMT). Eles foram acompanhados pelos professores Gilberto Eiiti Murakami, que dá aula no IMT e está conduzindo o projeto, e Manoel Resende Neto, coordenador-assistente de física no Dante.

Fundado em 1961 com outro nome, o Inpe foi criado pelo governo brasileiro com a finalidade de que o país participasse mais efetivamente do campo das ciências espaciais. Uma das ideias, por exemplo, era desenvolver satélites de qualidade, semelhantes aos de países que vinham investindo na área.

Com o tempo, a queda na demanda por projetos desse tipo levou o Inpe a prestar serviços à indústria nacional, oferecendo suas ferramentas para colaborar com o desenvolvimento de produtos de alta qualidade. Entre as possibilidades, está a do uso de shakers, equipamentos isolados que podem vibrar com intensidades fortíssimas para checar o grau de resistência de produtos em desenvolvimento, como peças de veículos. As urnas eletrônicas utilizadas nas eleições, por exemplo, são periodicamente testadas em shakers para haver a garantia de que poderão ser transportadas a regiões distantes sem sofrer danos, o que poderia impossibilitar as eleições em determinadas regiões. Atualmente, os prédios do instituto estão presentes em 12 cidades, além de Brasília, e contam com mais de 500 cientistas.

Os alunos conheceram o prédio principal do Inpe e aprenderam um pouco mais sobre as frentes de trabalho do órgão. Na reta final da visita, eles foram a outro estabelecimento, desta vez um prédio cuja equipe trabalha com balões estratosféricos, à semelhança do projeto de que os dantianos estão participando. Eles conheceram parte do grupo de especialistas do Inpe que trabalham nessa frente e puderam tirar dúvidas relacionadas ao trabalho e aos aparatos por eles usados.

O Projeto de Astronáutica é o resultado de uma parceria inédita entre o Colégio e o IMT. Os alunos do Dante terão a oportunidade de participar da construção, do lançamento e do resgate de um balão atmosférico, que poderá chegar a uma altura de aproximadamente 40 km e levará ferramentas que realizarão uma série de medições, como de altitude, pressão atmosférica e temperatura. Tais medidas serão utilizadas nas pesquisas da equipe do AstroDante – grupo de astronomia do programa Cientista Aprendiz.

Categorias: Institucional